sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Senador Paulo Paim diz que a capitalização será o fim da Previdência

Na expectativa da chegada do texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência ao Congresso, o senador Paulo Paim (PT-RS) diz que haverá muita resistência ao que estão chamando de sistema de capitalização. Ele explica que se trata de uma poupança privada que na prática pode acabar com a previdência pública.


“O sistema da capitalização já foi adotado no Chile, na Colômbia, no México e no Peru. Esses países fizeram essa experiência e já estão voltando atrás, porque não deu certo essa tal de poupança – o nome bonito é capitalização”, afirmou o senador.

Ele diz que a proposta de fundo é criar no Brasil uma renda mínima e a previdência “cada um pague como puder para ter”. Explicou que o sistema da capitalização consiste em acabar com o atual modelo no qual o empregador, a tributação sobre o lucro, faturamento, PIS/Pasep, percentual das casas lotéricas e contribuição sobre compra e venda respondam por 75% da previdência. 

“Vamos deixar o empregado de fora, enfim, essas contribuições, que vêm via União e empregador, são 75% da arrecadação da previdência. Se você tirar 75% de uma previdência que eles dizem que está falida, o que vai acontecer? Acabou. Com 25% não se consegue nem pagar a expectativa do amanhã dos jovens. E não vai pagar, não há como pagar”. 

Segundo ele, a previdência é viável e necessita seguir na linha de executar os grandes devedores, combater à corrupção e recuperar o dinheiro roubado (R$ 30 bilhões/ano). Além disso, o senador defende rever a DRU (Desvinculação de Receita da União) que tirou R$ 1,5 trilhão do sistema desde que foi criada.

“Vamos aprofundar o debate para ver se é possível ou não que se mantenham essas contribuições todas que nós colocamos na Constituinte. Eu entendo até que seja um bolo, eu diria, de nove contribuições. Eu entendo até que dê para ajustar, porque a previdência é superavitária, mas não dessa forma”, criticou.

A perversidade da capitalização

Paulo Paim diz que no Chile, onde se criou o sistema de capitalização, é um dos países do mundo onde mais ocorre suicídio entre os idosos, porque não conseguem viver com meio salário. “A média da aposentadoria no Chile é o correspondente a meio salário mínimo no Brasil. Quem no Brasil recebe hoje, de aposentadoria, meio salário mínimo? Ninguém, o mínimo é um salário mínimo, o mínimo é um. Se formos para esse sistema, poderemos terminar nessa situação”, alertou.

Ele lembrou o que disse recentemente o professor da Unicamp Márcio Pochmann sobre o assunto: “Regime de capitalização nas aposentadorias, por impor rebaixamento de benefícios e exclusão de parcela significativa de idosos em países como Chile, Colômbia, México e Peru, leva à contínua mudança legislativa, o que significa maior instabilidade econômica e insegurança social”.

“Vários especialistas alertam que o regime de capitalização pode gerar um enorme rombo no sistema, isso devido a menor entrada de novos contribuintes para financiar a aposentadoria de quem está no regime em vigor – não vai entrar ninguém, os novos serão todos empurrados para esse sistema de poupança”, afirmou.

Troca de lâmpadas em Governador Nunes Freire


As lâmpadas de LED são sustentáveis e muito mais econômica. Por isso, por meio do Projeto Consumo Consciente, a Cemar vai realizar troca de lâmpadas comuns (incandescente e fluorescentes) por lâmpadas de LED no município de Governador Nunes Freire, nos dias 18,19 e 20 de fevereiro.

A ação será realizada na Praça da Cultura, no centro da Cidadede Governador Nunes Freire, no dia 18 das 14h às 18h, 19 e 20, das 08h às 12h e das 14h às 18h.

Como realizar a troca? 
Comparecer ao ponto de troca com o RG, CPF e fatura de energia quitada (precisa estar em dia para poder participar); 
Levar até 5 lâmpadas em funcionamento para a troca; 
O titular da conta ou parente de primeiro grau precisa comparecer ao local indicado (em casos de casas alugadas, o inquilino pode trocar desde que mostre o contrato de aluguel); 

Aproveite essa oportunidade! Só em Janeiro de 2019, foram trocadas mais de 8.090 lâmpadas em diversas cidades do Maranhão. Para mais informações acompanhe as redes sociais e o site da Cemar para verificar as próximas cidades.


DOM BOSCO: A ESCOLA DO FUTURO AGORA

Tecnologia de ponta apoia as experiências e descobertas do aluno no protagonismo do seu aprendizado e desenvolvimento.

Após um grande investimento em pesquisas, viagens e intercâmbios internacionais com o que há de ponta na educação contemporânea, o Colégio Dom Bosco acaba de implantar o conceito de uma “Escola Exponencial” e, antes mesmo de inaugurar as novas instalações que representam esse concepção de escola do futuro, o semestre letivo de 2019 já começou com novidades na proposta pedagógica.
Seis componentes impulsionam esse conceito para uma aprendizagem mais moderna: a Educação por Competências, Mentoring; Projetos Exponenciais; DNA Empreendedor e Business, Singapore Math e o LabMaker, além dos já consolidados projetos de alfabetização com a ópera, os cases, a leitura crítica e investigativa e o foco em resultados.  
Ao adotar rotinas do pensamento, baseadas em procedimentos desenvolvidos pela Universidade de Harvard (EUA), o Dom Bosco estimula os aprendizes a serem pensadores mais críticos e futuros profissionais abertos à inovação.

Fábio César participa dos 70 anos de Matinha representando Secap

O município de Matinha completou nesta sexta-feira, 15 de fevereiro, 70 anos de emancipação política. Para comemorar a data, uma vasta programação foi preparada, com direito a homenagens, entrega de títulos, competições esportivas e inaugurações de obras. 
Representando a Secretaria de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), esteve presente Fábio César Costa, prestigiando os eventos comemorativos. 

Ao lado da prefeita de Matinha, Linielda de Eldo, Fábio César Costa entregou títulos de cidadãos matinhenses e participou de outras atividades na festa pelos 70 anos da cidade. 

Quem também prestigiou os atos comemorativos em Matinha foi o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB). Pela manhã, Jerry comunicou via redes sociais sua participação no aniversário do município. 


Fábio César participa dos 70 anos de Matinha representando Secap

“Chegando à querida Matinha para participar ao lado da prefeita Linielda de Eldo das festividades pelos 70 anos do município. Viva!!!”, comemorou o parlamentar.

O município de Matinha completou nesta sexta-feira, 15 de fevereiro, 70 anos de emancipação política. Para comemorar a data, uma vasta programação foi preparada, com direito a homenagens, entrega de títulos, competições esportivas e inaugurações de obras. 

Representando a Secretaria de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), esteve presente Fábio César Costa, prestigiando os eventos comemorativos. 

Ao lado da prefeita de Matinha, Linielda de Eldo, Fábio César Costa entregou títulos de cidadãos matinhenses e participou de outras atividades na festa pelos 70 anos da cidade. 

“Chegando à querida Matinha para participar ao lado da prefeita Linielda de Eldo das festividades pelos 70 anos do município. Viva!!!”, comemorou o parlamentar.

Cézar Bombeiro solicita nova audiência pública para tratar sobre o transporte público da capital

Cézar Bombeiro diz que recebeu inúmeras reclamações de usuários do transporte público sobre a precariedade dos serviços e redução dos números de ônibus que circulam em bairros da capital
No dia 26 de janeiro, o sistema de transporte público de São Luís sofreu, mais uma vez, reajuste na tarifa de passagem, que passaram a ter um acréscimo de R$ 0,30 em todas as linhas do sistema de transporte urbano de São Luís integrado, assim como as linhas semiurbanas e Expresso Metropolitano. O aumento ocorreu no mesmo período de outro reajuste realizado em 2018.
Após receber inúmeras reclamações de usuários do transporte público sobre a precariedade dos serviços e redução dos números de ônibus que circulam em bairros da capital, o vereador Cézar Bombeiro (PSD) voltou nesta terça-feira,12, a solicitar a realização de uma nova audiência pública para tratar sobre o aumento das tarifas dos transportes coletivos, mobilidade urbana e condições do sistema integrado de transporte público de São Luís.
Segundo o vereador, a audiência pública tem como objetivo construir um importante documento para que as entidades e a população busquem fazer valer os direitos, que não são levados em consideração.
“Há a necessidade de se rever a concorrência pública dos transportes coletivos e os reais motivos que levaram ao reajuste das tarifas. Teve o aumento das passagens, mas ainda não houve o repasse da infração para os trabalhadores. Então, esta audiência vai servir para avaliarmos as condições da prestação de serviço ofertada pelos empresários aos usuários, pois sabemos que em alguns bairros da capital, principalmente aqueles localizados nas periferias, a população fica à mercê da vontade das empresas, além disso, vamos tratar também sobre a mobilidade urbana, que é questão bastante cruel, ainda mais com a buraqueira existentes nas vias complicando ainda mais a vida das pessoas”, explicou o vereador.
Audiência
No dia 28 de abril de 2018 foi realizado uma audiência pública sobre o assunto, porém não houve participação de nenhum representante municipal que pudesse esclarecer as críticas e reclamações feitas no momento.
O requerimento 048/19, de autoria de Bombeiro, aprovado nesta terça-feira, 12, será encaminhado aos órgãos competentes e solicita a participação da Prefeitura de São Luís, entidades de classes e lideranças comunitárias de todos os bairros da capital. De acordo com o parlamentar, a audiência está prevista para ocorrer até o mês de abril.